blog

MONUMENTO AO LAÇADOR

É provável que, devido ao seu caráter regional, o projeto do prefeito Loureiro da Silva (1902-1964) de inaugurar, em 1940, uma estátua do artista plástico Marcos Bastos tenha sido inviabilizado. Premiado no Centenário Farroupilha (1935), atualmente, não se tem notícia desse artista, e a sua maquete em gesso, O Bombeador, que representava um gaúcho a cavalo, está desaparecida. Dezoito anos haviam se passado quando, pelas mãos do artista pelotense Antônio Caringi (1905-1981), o ideal de erigir um monumento à figura do gaúcho finalmente se concretizou.

Inaugurado em 20 de setembro de 1958, O Laçador marcou as comemorações do 123º aniversário da Revolução Farroupilha (1835-1845). De acordo com o saudoso pesquisador Rodrigues Till, com quatro metros e 40 centímetros de altura e pesando, em bronze, 3,8 mil quilos, o monumento teve várias denominações: Bombeador, Boleador e, finalmente, Laçador.

Criado no Rio de Janeiro, no atelier de Caringi, O Laçador esteve exposto no Parque Ibirapuera, no Pavilhão do Rio Grande do Sul, em 1954, durante as festividades do IV Centenário de São Paulo. Depois de ser adquirido pela prefeitura de Porto Alegre, o monumento foi instalado e inaugurado na entrada da Avenida Farrapos. Seu criador, Antônio Caringi, inspirou-se no homem campeiro, tendo sido o seu modelo o tradicionalista João Carlos D’Ávila Paixão Côrtes, nascido em Livramento no dia 12 de julho de 1927.

Durante a cerimônia de inauguração d’O Laçador, em 20 de setembro de 1958, o prefeito Leonel de Moura Brizola (1922-2004) discursou na Praça do Bombeador, destacando a grandeza do Rio Grande, seu povo e sua tradição. Suas palavras emocionaram a multidão presente. Há consenso de que seu discurso inaugural foi fundamental para alavancar sua campanha para governador do Estado pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). A banda marcial do Colégio Gonzaga, convidada pela prefeitura da Capital, veio de Pelotas para abrilhantar as comemorações da data farroupilha.

E agora depois de tanto tempo o Laçador esta sendo retirado para ser restaurado, e a nova iluminação será responsabilidade da nossa equipe montada para iluminar este e mais 54 Bens Culturais de Porto Alegre.

Acreditamos que durante o Verão de 2022 já teremos o Laçador completamente iluminado, uma grande honra que nos atinge!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Shape

Você também vai gostar de ler

EMMY 2021 – THE CROWN

Hoje gostaria de comentar sobre o seriado da NET FLIX, indicado ao EMMY , o Oscar da TV, indicado em 24 categorias, sendo a que comentamos sempre a DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA, e tenho o maior prazer em dizer que sagrou se a vencedora nesta categoria e tendo um BRASILEIRO como Diretor, o Sr. Adriano Goldman!!! Um paulistano de 55 anos, é indescritível como me sinto feliz por este feito! Mas vamos lá, gostaria de comentar como percebo a Direção de Fotografia na série em si, e como percebi a iluminação no episódio FAIRY TALE, da Temporada 4, que consideram o episódio responsável pela indicação ao Emmy.

Ler mais »

CASA COR RS 2021

Mais um ano como Curador da Casa Cor RS, e em um ano muito atípico, quase um ano e meio desde a última edição, no mesmo lugar, antigo Hospital da Criança Santo Antônio.

Ler mais »

125 anos do Cinema

Este ano comemoramos 125 anos do cinema, desde que os irmãos Lumiere, realizaram aquele gigantesco feito de inventar o cinema. Então, resolvemos falar um pouco

Ler mais »